Quem Protege os Refugiados?

Regina DiasNão categorizadoLeave a Comment

Segundo os dados da ACNUR (Agência da ONU para Refugiados), as pessoas que fogem da guerra e perseguição – que pode ser devida a raça, opinião política ou religião – não têm proteção por parte de seu próprio país, sendo até mesmo este último, em alguns casos, o responsável pelas ameaças e perseguições.

Hoje, uma das maiores agências de proteção aos refugiados é a ACNUR, que promove ajuda por meio de uma rede global de fornecedores, agências especializadas e parceiros que se responsabilizam pelo suprimento de abrigo, comida, água, cuidados médicos, bem como a proteção no âmbito jurídico.

Assim como ACNUR, há muitos outros projetos paralelos que oferecem ajuda para que os refugiados consigam se restabelecer no país onde foram acolhidos.

Um dos projetos a ser apresentado hoje é o Ministério Nação da Cruz, que surgiu na Igreja Metodista Central de Londrina. Seu objetivo é dar suporte e preparo aos cristãos perseguidos dos países muçulmanos, fortalecendo a fé em Cristo por meio do amor, respeito e ensino da Palavra.

O Projeto se divide em dois pilares: 1- Missões Evangelísticas e Profissionais, e 2- Centro de Apoio ao Refugiado Cristão (CARC). Nas diversas frentes de atuação do Projeto é oferecido suporte, não apenas no cuidado físico, suprindo as necessidades básicas, mas também suporte com atendimento médico, psicológico e espiritual.

A atuação do Ministério se concentra em pontos missionários em 10 países: Egito, Iraque, Argélia, Marrocos, Jordânia, Tunísia Síria, Iêmen, Afeganistão e Líbano. Conta, também, com parceiros em projetos como Recriar, que trabalha com a reforma de móveis e itens gerais descartados pelos nativos para abençoar famílias de refugiados.

Qual é a responsabilidade que nós temos, como cristãos, em relação àqueles que estão sendo perseguidos e que se encontram desamparados? Como está escrito em 1ª João 3:18: “Não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade”. A comunidade cristã precisa estar sempre pronta para amarna Palavra e ajudarcom suas ações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *