Por que ajudar os outros aumenta a própria felicidade?
6 de março de 2019
Conheça o Sri Lanka, país alvo de ataques a igrejas cristãs
29 de abril de 2019
Exibir tudo

Onde há mais cristãos perseguidos no mundo?

Como nos diz o ditado e como é possível perceber quando colocamos em prática os ensinamentos do Cristo: “A fé move montanhas”.  No entanto, a fé também move preconceito, ignorância e perseguição.

Não é de hoje que o povo cristão é vítima da intolerância religiosa que, ainda hoje, norteia parte das ações de determinadas pessoas mundo afora.

Desde a fundação das primeiras igrejas e o advento do cristianismo, a perseguição aos cristãos existiu. No Império Romano, tivemos uma perseguição violenta à fé em cristo.

O imperador Nero, por exemplo, decretava que todos aqueles que professavam a fé em cristo, fossem torturados e queimados.

Dando um salto para o contexto atual, as perseguições aos adeptos do cristianismo continuam, e distribuídas ao redor do mundo, em graus maiores e menores de intensidade, de acordo com a região.

Há, inclusive, uma Lista Mundial da Perseguição (LMP). Se trata de uma ferramenta capaz de medir e monitorar o alcance da perseguição ao redor do mundo. esta lista existe há cerca de 25 anos.

Com a lista, temos um ranking capaz de mostrar em que locais há um número maior de cristãos vítimas da perseguição.

Cristão x Perseguição: conceituando

Apenas para contextualizar melhor o tema, é importante definirmos neste cenário, o que se caracteriza por perseguição e o que caracteriza uma pessoa cristã. Afinal, há muitas pessoas que não tem estes conceitos de uma forma clara em suas mentes.

Primeiramente, quando falamos cristão, não necessariamente nos referimos a uma denominação religiosa específica, ou seja, não se trata somente de um indivíduo que pertença à igreja x, y ou z. Mas sim, todo e qualquer indivíduo que se identifique com os valores cristão e professe esta fé.

Sendo assim, a perseguição cristã tem como prática, qualquer tipo de ação hostil e violenta, tanto com palavras quanto com gestos, direcionada às pessoas identificadas com a fé cristã.

Elas sofrem esta perseguição exatamente por acreditarem em Deus e no Cristo.

É importante termos em mente que há diferentes categorias de cristãos, em sua organização. Por exemplo:

  • Comunidades de cristãos expatriados;
  • Comunidades cristãs históricas;
  • Comunidades de cristãos convertidos;
  • Comunidades de cristãos não tradicionais.

É interessante termos ciência de tais classificações, pelo fato de que, em alguns países, pode ocorrer que somente uma ou outra categoria de cristãos é perseguida.

Dentre os tipos de perseguições mais comuns sofridas pelos cristãos, temos a opressão islâmica, o nacionalismo religioso, o protecionismo denominacional, o antagonismo étnico, a intolerância secular, a paranoia ditatorial, entre outras.

O ranking da perseguição

Segundo a organização sem fins lucrativos ‘Open Doors’, em seu relatório anual que traz a ‘Lista Mundial da Perseguição’, registrou-se que temos cerca de 245 milhões de fiéis oprimidos por causa de sua fé.

Os dados identificaram também que um a cada nove cristãos no mundo, são perseguidos e que em 2018 foram assassinados 4.035 cristãos por motivos religiosos.

A pesquisa apontou ainda que o número de igrejas atacadas aumentou. De 783 passaram para 1.847 em 2018.

Dito isso, qual será o país onde há maior perseguição ao povo cristão?

Os países que ocupam as primeiras posições neste triste ranking são Coreia do Norte, o Afeganistão e a Somália, respectivamente. Na Coreia do Norte, é estimado que tenha por volta de 400 mil cristãos. Deste número, provavelmente 50 mil podem estar neste momento como prisioneiros em campos de trabalhos forçados. A Nigéria é onde se registrou o maior número de fiéis mortos: 3.371.

Segundo o portal Exame, o Afeganistão também é um dos líderes em termos de perseguição religiosa.

Em janeiro do ano passado, uma matéria veiculada pelo portal destacou o Afeganistão em segundo lugar na lista, enfatizando que:

“Os cristãos que vivem lá são convertidos, incapazes de expressar sua fé, mesmo em particular”.

O Ministério Nação da Cruz atua de forma efetiva na busca de alento às vítimas de perseguição e de conflitos religiosos em várias partes do mundo. Você também pode ajudar e fazer a diferença. Entre em contato conosco e saiba como.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *