Há décadas, cristão iraquiano distribui Bíblias no país
Há décadas, cristão iraquiano distribui Bíblias no país
19 de setembro de 2017
Exibir tudo

Igreja abre escolas que atendem 280 crianças refugiadas

Há décadas, cristão iraquiano distribui Bíblias no país

Uma igreja no leste do Líbano abriu o porão para abrigar uma escola para crianças refugiadas. Hoje, a igreja tem dois centros comunitários funcionando, localizados próximos aos campos de refugiados onde vivem muitas famílias sírias. Um centro atende 160 crianças e o outro, 120. Eles aceitam crianças de todas as religiões e contam com o apoio da Portas Abertas.

Crianças que estavam há anos sem estudar, agora podem ir à escola. Elas expressam sua alegria em poder voltar à sala de aula. Uma delas é Farouq*, de 13 anos, que diz: “Antes de vir para essa escola, eu ficava o dia todo sem fazer nada. Eu estava muito chateado por não estar na escola há alguns anos. Então eu estou muito feliz que agora eu posso ir. Estudar é muito importante para nosso futuro”. Farouq gosta de matemática e quer ser engenheiro civil para ajudar a reconstruir seu país.

Envolvidos se alegram com perspectiva de futuro

Haleh*, uma aluna de 11 anos, é de Aleppo, na Síria. Ela conta: “Eu fiquei tão feliz quando minha mãe disse que eu tinha sido aceita na escola”. Ela gosta de árabe e matemática. Wafa*, de 8 anos, morava perto de Homs. Ele diz: “Eu estava muito entediado antes de ir para a escola. Agora já consigo ler em árabe”. Ele gosta muito da história de Daniel na cova dos leões.

Um funcionário da igreja diz: “Muitas crianças sírias vieram para o Líbano com 5 ou 6 anos de idade. E alguns só foram entrar na escola aos 11 ou 12 anos. Nós estamos fazendo um bom trabalho. Muitas das crianças que saem da nossa escola, após o 5o ano, estão indo muito bem”. A escola não tem permissão para dar certificados, mas tem um acordo com outra escola, que aceita as crianças para continuar os estudos. Dessa forma, eles terão o certificado oficial.

Hadil* é uma professora da escola e é síria. Ela afirma: “Tudo que plantamos numa criança terá um grande impacto no futuro. Eu realmente espero e acredito que nós podemos dar a elas um futuro melhor. Espero que elas recebam educação a longo prazo”. Uma outra professora também testemunha: “Eu amo trabalhar aqui. Além de ensinar disciplinas como árabe, inglês, matemática, nós também as ensinamos a amar e respeitar um ao outro. É muito mais que apenas ler e escrever”.

Ajude a levar esperança ao Iraque e Síria

A guerra segue na Síria e cristãos continuam sendo alvo de extremistas muçulmanos. Apesar de o Estado Islâmico já ter sido em grande parte banido de Mossul e da planície do Nínive, no Iraque, deixou para trás um rastro de devastação. Através de nossos parceiros, a Portas Abertas está providenciando alimento e assistência básica para 700 famílias sírias no Líbano. Também fornece educação para 600 crianças sírias.

Seu apoio está mantendo a esperança viva para milhares de famílias no Iraque e na Síria, assim como para os refugiados nas nações vizinhas, como as crianças dessa história. Há várias maneiras de você apoiar nossos irmãos e irmãs perseguidos:

  • Ore por Farouq, Haleh, Wafa e pelas outras crianças da escola. Peça que Deus supra suas necessidades e as possibilite voltar para seu país em paz e segurança. Ore também pelos professores e funcionários.
  • Assine a petição Um milhão de vozes de esperança, por igualdade, dignidade e oportunidade para os cristãos e outras minorias no Iraque e Síria.

*Nomes alterados por motivo de segurança.

Fonte: portasabertas.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *