Há décadas, cristão iraquiano distribui Bíblias no país
19 de setembro de 2017
Cristã Ex-Muçulmana é Deserdada Pela Família
28 de março de 2018
Exibir tudo

Igreja abre escolas que atendem 280 crianças refugiadas

Uma igreja no leste do Líbano abriu o porão para abrigar uma escola para crianças refugiadas. Hoje, a igreja tem dois centros comunitários funcionando, localizados próximos aos campos de refugiados onde vivem muitas famílias sírias. Um centro atende 160 crianças e o outro, 120. Eles aceitam crianças de todas as religiões e contam com o apoio da Portas Abertas.

Crianças que estavam há anos sem estudar, agora podem ir à escola. Elas expressam sua alegria em poder voltar à sala de aula. Uma delas é Farouq*, de 13 anos, que diz: “Antes de vir para essa escola, eu ficava o dia todo sem fazer nada. Eu estava muito chateado por não estar na escola há alguns anos. Então eu estou muito feliz que agora eu posso ir. Estudar é muito importante para nosso futuro”. Farouq gosta de matemática e quer ser engenheiro civil para ajudar a reconstruir seu país.

Envolvidos se alegram com perspectiva de futuro

Haleh*, uma aluna de 11 anos, é de Aleppo, na Síria. Ela conta: “Eu fiquei tão feliz quando minha mãe disse que eu tinha sido aceita na escola”. Ela gosta de árabe e matemática. Wafa*, de 8 anos, morava perto de Homs. Ele diz: “Eu estava muito entediado antes de ir para a escola. Agora já consigo ler em árabe”. Ele gosta muito da história de Daniel na cova dos leões.

Um funcionário da igreja diz: “Muitas crianças sírias vieram para o Líbano com 5 ou 6 anos de idade. E alguns só foram entrar na escola aos 11 ou 12 anos. Nós estamos fazendo um bom trabalho. Muitas das crianças que saem da nossa escola, após o 5o ano, estão indo muito bem”. A escola não tem permissão para dar certificados, mas tem um acordo com outra escola, que aceita as crianças para continuar os estudos. Dessa forma, eles terão o certificado oficial.

Hadil* é uma professora da escola e é síria. Ela afirma: “Tudo que plantamos numa criança terá um grande impacto no futuro. Eu realmente espero e acredito que nós podemos dar a elas um futuro melhor. Espero que elas recebam educação a longo prazo”. Uma outra professora também testemunha: “Eu amo trabalhar aqui. Além de ensinar disciplinas como árabe, inglês, matemática, nós também as ensinamos a amar e respeitar um ao outro. É muito mais que apenas ler e escrever”.

Ajude a levar esperança ao Iraque e Síria

A guerra segue na Síria e cristãos continuam sendo alvo de extremistas muçulmanos. Apesar de o Estado Islâmico já ter sido em grande parte banido de Mossul e da planície do Nínive, no Iraque, deixou para trás um rastro de devastação. Através de nossos parceiros, a Portas Abertas está providenciando alimento e assistência básica para 700 famílias sírias no Líbano. Também fornece educação para 600 crianças sírias.

Seu apoio está mantendo a esperança viva para milhares de famílias no Iraque e na Síria, assim como para os refugiados nas nações vizinhas, como as crianças dessa história. Há várias maneiras de você apoiar nossos irmãos e irmãs perseguidos:

  • Ore por Farouq, Haleh, Wafa e pelas outras crianças da escola. Peça que Deus supra suas necessidades e as possibilite voltar para seu país em paz e segurança. Ore também pelos professores e funcionários.
  • Assine a petição Um milhão de vozes de esperança, por igualdade, dignidade e oportunidade para os cristãos e outras minorias no Iraque e Síria.

*Nomes alterados por motivo de segurança.

Fonte: portasabertas.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *